Festival folclórico de Parintins

É o velho folclore do boi-bumbá ou bumba meu boi, que possui várias culturas misturadas como a árabe e indígena, entre outras, realizado na cidade de Parintins. Chega-se à cidade de barco, numa viagem que demora em média 24 horas de ida, a partir de Manaus, e 36 horas de volta devido a navegação contra a correnteza do rio Amazonas. O ideal é subir o rio em uma embarcação confortável e segura para se hospedar no próprio barco, já que a cidade não comporta a quantidade de turistas. A festa atrai milhares de visitantes de todo o Mundo para a pequena cidade amazonense às margens do rio Amazonas, próxima à divisa com o Pará. Durante os primeiros dez dias de festival, apresentam-se vários grupos folclóricos, com suas representações de lendas ao som de toadas e cantos indígenas, teatralizações de rituais, fantasias, figuras engraçadas e curiosas do imaginário da região. A apoteose acontece entre os dias 27 e 30 de junho, quando se apresentam as grandes atrações da Festa, os bois Garantido e Caprichoso. Há décadas eles, e só eles, disputam a condição de melhor boi de Parintins. E quem escolhe é o público, que se divide entre o vermelho (cor do Garantido) e o azul (símbolo do Caprichoso). Ganha quem mais fizer vibrar a platéia. Razão pelo qual os grupos não poupam esforços nem economizam animação. Saiba mais sobre o evento no site oficial do Festival de Parintins Fonte: Embratur



Flag Counter

right